Fique por dentro

Rally Erechim

Unimed garante suporte médico ao Rally de Erechim

Também está mantida a parceria com a Defesa Civil, Hospital de Caridade e Fundação Hospitalar Santa Terezinha

 

Um grande evento precisa necessariamente de uma importante estrutura de atendimento médico. No caso do Erechim Rally Brasil, este suporte vai desde competidores até o público que vai assistir a corrida no final de semana. E a partir desta quinta-feira, dia 18, a Unimed Erechim já mobiliza suas equipes para passar a atuar com equipes de saúde no evento, que seguirá até domingo, dia 21, em Erechim, norte do RS.

A Unimed Erechim estará presente no evento com quatro ambulâncias UTI, equipe médica, enfermeiros, técnicos em enfermagem, socorristas e motoristas, além de um ambulatório no parque de apoio, local onde serão feitas as vistorias médicas para pilotos e navegadores que não participaram deste atendimento em outras edições. O evento terá acompanhamento integral do médico de prova, Gilberto Federle, que comandará as equipes de saúde. Também está mantida a parceria com a Defesa Civil, Hospital de Caridade e Fundação Hospitalar Santa Terezinha.

O médico da prova e Diretor de Desenvolvimento da Unimed Erechim, Gilberto Federle, destaca que a cooperação entre as instituições promotoras e apoiadoras é fundamental para o sucesso de um evento consolidado e internacionalmente reconhecido como é o Erechim Rally Brasil. “Cumprindo seu papel social, a Unimed Erechim disponibiliza ao evento profissionais qualificados e treinados para atuar em situações adversas. Cuidar das pessoas é nossa vocação e por isso somos parceiros do Rally desde a primeira edição”, acrescenta Federle.

A Unimed Erechim instalará um ambulatório no Parque de Apoio para realizar atendimentos sempre que necessário, tanto a competidores, quanto ao público presente. “Além disso, antes da prova, passamos por todas as especiais (trechos cronometrados), para definirmos o posicionamento das ambulâncias e equipes de resgate. Durante o evento ficamos atentos a todas as informações e analisamos o cenário, para que possamos agir rapidamente e com segurança”, explica Gilberto Federle.

Para ele, as informações coletadas durante a vistoria médica, realizada para todos os competidores, são arquivadas pela Unimed Erechim. “Em caso de intercorrência, elas serão utilizadas para agilizar o atendimento, ou seja, sairemos do ponto com todo histórico do piloto ou navegador”, enfatiza Federle. Este trabalho já vem sendo realizado há vários anos no Rally Erechim, sempre em parceria com a Unimed.

 

Programação

O programa do Rally de Erechim começa justamente nesta quinta-feira. A partir das 8h iniciam os reconhecimentos das especiais pelos competidores. Na sexta-feira, dia 19, tem o treino livre (shakedown) a partir das7h até às 13h. Após, às 19h, tem a largada da primeira especial da corrida, o super-prime noturno, junto á pista do Parque da Accie.

A corrida segue em mais dois dias, no sábado e domingo, dias 20 e 21, sempre iniciando às 8h. O ingresso para acesso ao Parque da Accie na sexta e sábado, terá valor de R$ 10,00.

 

O Rally Erechim

Primeiro dia de prova: 19 de maio de 2017

Último dia de prova: 21 de maio de 2017

Campeonatos em disputa: Sul-americano, Brasileiro e Gaúcho de rali de velocidade

Especiais: 13 (155 km)

Parque de apoio: Parque da Accie, Erechim (RS)

Site oficial: www.rallyerechim.com.br

 

Itinerário

- O Rally Erechim começa a ser disputa na noite de sexta-feira, com a disputa do super-prime noturno. A disputa se dá em uma pista com 3,8 quilômetros e no mesmo local dos anos anterior.

- No sábado, a primeira especial é totalmente nova. Possui trechos de alta velocidade, mesclados com outros mais travados, um trecho bastante seletivo.

- A segunda especial do sábado, a Vale Dourado é a única do dia com trecho exatamente igual aos disputado em 2016, passando por um vale com impressionante vista natural.

- A terceira especial do dia, a Vale dos Parreiras, passa por pontos turísticos no interior de Erechim, mantendo parte do trajeto de 2016 e com novidades na parte final.

- No domingo o rali vai para o lado oeste da região, se concentrando também em parte dos municípios de Paulo Bento e Barão de Cotegipe. Mantém o mesmo roteiro da etapa do Campeonato Gaúcho de 2016, tendo um dos trechos bastante rápidos.

 

História

- O Rally de Erechim foi disputado pela primeira vez em 1998 e entrou para o calendário do Campeonato Sul-americano, em 2002.

- Em 2005, teve uma pausa nos campeonatos Sul-americano e Brasileiro e sediou apenas uma etapa do Gaúcho (Estadual).

- Em 2006, foi considerado pelo primeira vez o melhor rali do calendário sul-americano e tornou-se definitivamente a maior e mais importante prova do rali de velocidade no Brasil.

- Em 2015, recebeu pela primeira vez um público de 100 mil expectadores in-loco, fato repetido em 2016.

 

OS CAMPEÕES DO RALLY ERECHIM

1998 - Paulo Lemos/Maria Antonieta - VW Golf Kit Car

1999 - Maurício Neves/Marco Marini - Mitsubishi Colt

2000 - Ulysses Bertholdo/Nilo de Paula - Mitsubishi Lancer

2001 - Ulysses Bertholdo/Alberto Zoffmann - Mitsubishi Lancer

2002 - Carlos Malarczuk/Hugo Tomas (ARG) - Mitsubishi Lancer

2003 - Édio Fuchter/Rafael Furtado - Subaru Impreza

2004 - Ramon Ferreyros/Rubem Garcia (PER) - Subaru Impreza

2005 - Juliano Sartori/Rafael Sartori - Mitsubishi Lancer

2006 - Roberto Sanchez/Edgardo Galindo (ARG) - Subaru Impreza

2007 - Roberto Sanchez/Edgardo Galindo (ARG) - Subaru Impreza

2008 - Victor Galeano/Diego Fabiabi (PAR) - Mitsubishi Lancer

2009 - Raul Martinez/Javier Montero (ARG) - Subaru Impreza

2009 - Milton Pagliosa/André Pagliosa - Mitsubishi Lancer (segundo evento do Campeonato Gaúcho)

2010 - Diego Dominguez/Edgardo Galindo (PAR) - Mitsubishi Lancer

2011 - Gustavo Saba/Victor Aguilera (PAR) - Mitsubishi Lancer

2012 - Gustavo Saba/Victor Aguilera (PAR) - Mitsubishi Lancer

2013 - Gustavo Saba/Victor Aguilera (PAR) - Skoda Fabia S2000

2014 - Diego Dominguez/Edgardo Galindo (PAR) - Ford Fiesta R5

2015 - Diego Dominguez/Edgardo Galindo (PAR) - Ford Fiesta R5

2016 - Diego Dominguez/Edgardo Galindo (PAR) - Ford Fiesta R5

2016 - Fábio Dall Agnol/Gabriel Morales - Mitsubishi Lancer (segundo evento do Campeonato Gaúcho)

 

O Rally Erechim em números

19 edições disputadas

21 corridas realizadas (duas apenas pelo Campeonato Gaúcho (2009 e 2016)

 

Vitórias por países

Paraguai - 8 vitórias

Brasil - 8 vitórias

Argentina - 4 vitórias

Peru - 1 vitória

 

Vitórias por marcas

Mitsubishi  - 11 vitórias

Subaru - 5 vitórias

Ford - 3 vitórias

Volkswagen - 1 vitórias

Skoda - 1 vitória

 

Vitórias por pilotos

4 vitórias: Diego Dominguez (PAR)

3 vitórias: Gustavo Saba (PAR)

2 vitórias: Ulysses Bertholdo (BRA), Roberto Sanches (ARG)

1 vitórias: Paulo Lemos, Maurício Neves, Carlos Malarczuk (ARG), Édio Fuchter, Ramon Ferreyros, Juliano Sartori, Victor Galeano, Raul Martinez, Milton Pagliosa e Fábio Dall Agnol

 

Vitórias por navegadores

5 vitórias: Edgardo Galindo (ARG)

3 vitórias: Victor Aguilera (PAR)

1 vitórias: Maria Antonieta, Marco Marini, Nilo de Paula, Alberto Zoffmann, Hugo Tomas (ARG), Rubem Garcia (PER), Rafael Sartori, Diego Fabiabi (PAR), Javier Montero, André Pagliosa e Gabriel Morales 

Realização
Supervisão